Micaretando - O site da folia

Por favor, atualize seu Flash Plugin.

Get Adobe Flash player

Coluna de PAULINHO CALDAS

  • Timbalada

    Publicada em: Setembro - 2018

    Por: PAULINHO CALDAS

    Timbalada
     
    O verão da Bahia é incomparável.
    Muita música e criatividade.
    O rufar dos tambores ecoam nos guetos de toda a cidade.
    Mas, quando vi a Timbalada no carnaval, me dei conta de que “Axé das Antigas” é um retrocesso.
    Devemos caminhar pra frente.
    Muitos artistas mudaram de religião afetando suas carreiras, restringindo tudo que é espontâneo.
    Mas lá do alto do trio elétrico a visão da Timbalada avançando pelo asfalto é alucinante.
    Trezentos homens martelando e um monstro com voz gutural comanda o bater de tambores.
    Já é manhã quando presencio tudo isso. Os poucos foliões que ainda resistem margeiam o mar de músicos. Havia também um forte cheiro de álcool entre nós.
    Estamos todos ainda alterados e no limite das forças. 
    A pouca comida que resta não é mais confiável, está insalubre, contaminada.
    Mas não há de faltar água.
    O monstruoso líder urra:
    ÁGUA!!!
    ÁGUA!!!
    ÁGUA!!!
    A chuva cai lá no meio do mar, se aproxima da costa.
    Estamos todos exaustos, extenuados.
    Mas por força do destino avançamos até o Farol.
    Não há mais orcas.
    Só as pedras.
    É o fim.
VOLTAR