Micaretando - O site da folia

Por favor, atualize seu Flash Plugin.

Get Adobe Flash player

Coluna de JOÃO MARCELO.

  • BALANÇO PARCIAL DO CARNAVAL DE SALVADOR – QUINTA A SÁBADO

    Publicada em: Fevereiro - 2013

    Por: JOÃO MARCELO.

    Começou oficialmente nesta quinta o Carnaval de Salvador. Os tradicionais Blocos Coco Bambu, Nana Banana, Nu Outro com Banda EVA e Harém com Tuca Fernandes animaram a quinta.  Bell Marques animou tanto o folião Pipoca no Campo Grande na quinta quanto o público do Camarote Salvador. Diferente de Durval Lelys, Bell está esbanjando energia, pois aos 61 anos está se apresentando em todos os dias do Carnaval sendo que fez dois shows na quinta e fará outros dois na terça (Camaleão e Vôa Vôa).

    Por outro lado, Durval parece se arrastar durante o circuito, pois apresentou um show monótono ao colocar outros cantores e backing vocals para cantar em seu lugar e ter acelerado o trio para acabar mais rápido, apesar do valor elevado pago pelos foliões que compram os abadás.

    Outro ponto a ser levado em consideração é a animação de blocos médios como, por exemplo, o Aviões Elétrico, YES, Eu Vou e Nu Outro, onde os artistas que se apresentaram nesses blocos fizeram excelentes apresentações, não deixando, literalmente,  nenhum folião parado.

    Além dos blocos médios, os trios que tocaram para a Pipoca também agradaram bastante. Na sexta, Luiz Caldas e A Zorra levantaram o folião Pipoca e já no sábado quem agradou bastante foi Moraes Moreira que também, num trio sem cordas, relembrou antigos sucessos e tocou suas novas músicas.

    Em relação à organização do Carnaval, a falta de banheiros públicos é notória. Simplesmente, não existem em quantidade suficiente e os foliões urinam livremente sob o olhar da polícia que não faz e nem poderia fazer muita coisa. Senão, teriam que prender praticamente 1/3 dos foliões de salvador, pois não resta outra opção, na falta dos banheiros. O lixo jogado nas ruas se acumula nas calçadas e a coleta está muito debilitada. Outra observação é a nítida diminuição do efetivo de policiais que está permitindo um aumento muito grande das brigas e furtos gerando uma sensação de insegurança alarmante. Além disso, o número de cordeiros nos blocos está muito pequeno em relação aos anos anteriores, fato que causa mais insegurança aos foliões.

    Nem vou entrar na polêmica que está acontecendo, pois há suspeitas de venda de vagas na fila dos trios e na demora em liberar as credenciais fornecidas pela prefeitura, além de outros assuntos deste nível. Vamos esperar que estes temas sejam apurados e se, realmente, aconteceram, que os envolvidos sejam penalizados. Esperamos que, pelo menos a nível municipal, com a nova administração que assumiu no dia primeiro de janeiro as coisas voltem aos trilhos e, quem sabe, até fiquem melhores do que os anos anteriores.

VOLTAR